108.º aniversário da Guarda Nacional Republicana

Comunicado da Associação Nacional dos Sargentos da Guarda

No dia mais significativo das comemorações do 108.º aniversário da Guarda Nacional Republicana, os militares da Guarda vivem hoje um misto de orgulho de quem perante a adversidade não se demite das suas funções, e um sentimento profundo de abandono e ausência por parte do governo.

Em causa a falta de reconhecimento por parte do governo, da disponibilidade para o serviço, a degradação da disciplina e a honra do militar da Guarda a indefinição das carreiras, o atraso de ano e seis meses nas Promoções, o protelar da legitima espectativa dos militares em ver atualizado o seu Estatuto Remuneratório e a aspiração de ver aprovada nova Lei orgânica.

A Associação Nacional dos Sargentos da Guarda representativa do musculo diafragma da Instituição os Sargentos, alerta os concidadãos, a Segurança Interna vive tempos de ficção, em virtude da deterioração das condições de trabalho, da falta de recursos humanos, coloca em causa a capacidade operacional e o combate do caos urbano e a defesa das populações mais isoladas. Não bastam os gestos cerimoniais, a pompa e circunstância.

 Lisboa, 6 de maio de 2019

A Direção